SATÉLITE

Febre Amarela

Casos suspeitos de febre amarela no DF avançam


23.01.18 – Da Redação

Fotos: Divulgação
 


 

Autoridades de saúde da capital federal investigam se um paciente que morreu em 3 de janeiro de 2018, no Hospital de Planaltina, foi vítima da febre amarela. Se constatado esse diagnóstico, a morte do homem, de 58 anos, pode ser a primeira do ano em decorrência dessa doença. No Distrito Federal, pelo menos cinco casos suspeitos da febre amarela vêm sendo investigados, sendo referentes às duas primeiras semanas do ano. Em 2017, houve três óbitos no DF, e apenas um era residente local.

A doença tem preocupado autoridades da área de saúde e a população em todo o país. Mas o que muita gente ainda desconhece é o fato mais importante: a transmissão. Em áreas urbanas, a febre amarela é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti, o mesmo responsável pela dengue, chikungunya e zika. Ao picar uma pessoa doente, o inseto transmite a doença.

 


O tema é abordado de diversas formas para conscientizar a população sobre a importância de adotar medidas de prevenção e combate aos focos do mosquito. Na Escola21, na Asa Sul, em Brasília, alunos entre 4 e 5 anos da Educação Infantil aprendem por meio da leitura, contação de histórias, desenhos e outras atividades lúdicas, que a água parada em recipientes como vasos de plantas e garrafas servem de criadouros do Aedes aegypti, e devem ser sempre esvaziados.

Quem elabora as atividades de conscientização sobre o tema com os alunos é a professora Michele Viana. Uma das abordagens é com o mosquito feito a partir de garrafa PET. Uma das características do projeto que mais chama a atenção das crianças, segundo Michele, são as bolinhas brancas do 'mosquito', que tem como objetivo gerar a semelhança com o verdadeiro inseto.


Sintomas da febre amarela

Febre alta;
Dores no corpo e nas articulações;
Náuseas;
Vômito;
Em alguns casos, a doença pode evoluir após um breve período de melhora;
Também surgem sintomas como icterícia (coloração amarelada da pele), hemorragia, choque e insuficiência de múltiplos órgãos, podendo levar à morte;
Nos primeiros sinais de manifestação da enfermidade, deve-se procurar ajuda médica.

Como se prevenir da febre amarela

O primeiro cuidado é estar com a vacina em dia. No DF, segundo a Secretaria de Saúde, todos os centros e unidades de pronto-socorro estão abastecidos;
Ainda de acordo com a pasta, o DF registra uma média de 5 mil doses aplicadas mensalmente, e 85% da população foi vacinada;
O uso de repelente também é indicado.

Orientações para a vacina

Para as crianças, é ministrada uma dose aos 9 meses e, ainda, um reforço aos 4 anos de idade;
Para adultos que já receberam a vacina uma vez, a repetição desnecessária pode prejudicar o organismo;
Gestantes, mulheres que amamentam bebês de até 6 meses, pessoas com imunossupressão, alérgicas à gema de ovo e aquelas com mais de 60 anos só devem se vacinar mediante avaliação médica criteriosa.

Pin It
Nos Acompanhe
Facebook
Instagram
Twitter
 
 
Copyright © 2010 estilozzo. todos os direitos reservados